top of page
aerial-drone-view-chisinau-downtown-pano
  • Droneman

Identificando Pontos de Infiltração

Atualizado: 16 de abr.

Introdução:


A detecção precoce de pontos de infiltração em estruturas é crucial para evitar danos significativos e custos de reparo elevados. Neste estudo de caso, empregamos o drone DJI M30t equipado com uma câmera térmica para identificar pontos de infiltração em cenários distintos: uma caixa d'água, um prédio comercial e um bloco de engenharia. Os resultados obtidos destacam a eficácia dessa tecnologia na detecção precisa de anomalias térmicas associadas à infiltração.

 

Cenário 1: Caixa D'água


Ao inspecionar a caixa d'água, observamos uma diferença significativa de temperatura entre os pontos afetados e o entorno. A análise termográfica revelou pontos com uma elevada diferença de temperatura entre os valores calculada por: min/AVG e min/max, onde:


·        min = Menor valor de temperatura obtido em SQ1.

·        AVG = Média de temperatura da área SQ1.

·        max = Maior valor de temperatura obtido em SQ1.

 

Os resultados obtidos foram de, respectivamente, 4,1℃ e 8,3℃. Esses dados indicam claramente a presença de infiltração na estrutura analisada. A variação térmica detectada sugere a presença de água, causando uma discrepância notável nos níveis de temperatura.



Cenário 2: Prédio Comercial


No segundo cenário, direcionamos o drone para um prédio comercial onde suspeitava-se de infiltração através de uma das janelas. A análise térmica destacou áreas escuras na região identificada como SQ1, indicando um acúmulo de água, que por sua vez estava penetrando no interior do edifício. A diferença de temperatura entre os calculada por: min/AVG e min/max foi de 4,5℃ e 8,9℃, respectivamente. Esses resultados confirmam a presença de infiltração, fornecendo insights valiosos para intervenções imediatas



Cenário 3: Bloco de Engenharia


No terceiro e último caso, movemo-nos para um cenário diferente, onde suspeitava-se não de uma infiltração, mas sim de um possível entupimento de uma das calhas do prédio, onde, através da imagem térmica foi possível detectar também um acúmulo de matéria orgânica. Ao traçar uma linha paralela à calha, obteve-se um valor de 32,1℃ na região limpa e 24,8℃ na região com incidência de material orgânico.




Conclusão:


A utilização do drone DJI M30t com câmera térmica não apenas se mostrou eficaz na identificação precoce de pontos de infiltração, mas também revelou sua utilidade em detectar outros problemas estruturais. No terceiro caso, em um bloco de engenharia, a suspeita inicial não era de infiltração, mas sim de um possível entupimento de uma das calhas. Através da análise térmica, identificamos não apenas o acúmulo de matéria orgânica, mas também a diferença significativa de temperatura entre a região limpa e a região com incidência de material. Esses dados, com 32,1℃ na região limpa e 24,8℃ na região com acúmulo, destacam a capacidade do drone em identificar problemas além da infiltração, permitindo intervenções proativas para garantir a integridade estrutural do prédio.


Em suma, esta tecnologia oferece uma abordagem abrangente para a inspeção de estruturas, permitindo a detecção de uma variedade de problemas, desde infiltrações até entupimentos de calhas. Essa capacidade de identificação precoce proporciona uma vantagem significativa na manutenção preventiva e na preservação de edificações, evitando danos graves e custos elevados de reparo.

16 visualizações1 comentário

1 Comment


Daniel Oliveira
Daniel Oliveira
Mar 25

Sensacional!

Like
bottom of page