top of page
aerial-drone-view-chisinau-downtown-pano
  • Droneman

O Impacto Transformador dos Drones na Fitossanidade Agronômica

Atualizado: 16 de abr.

Os drones têm demonstrado utilidade significativa no estudo da fitossanidade na agronomia, proporcionando diversos benefícios aos profissionais envolvidos na saúde das plantas. Abaixo, apresento melhorias na concordância e na estruturação do texto:


  1. Monitoramento de Culturas:

Os drones podem sobrevoar extensões de campos agrícolas para coletar dados detalhados sobre o estado das culturas, incluindo informações sobre saúde, tamanho, densidade populacional e distribuição das plantas.

  1. Detecção de Pragas e Doenças:

A tecnologia de sensoriamento remoto nos drones identifica padrões de cores, texturas e outros indicadores visuais que sugerem a presença de pragas ou doenças nas plantações, permitindo intervenção rápida e direcionada.

  1. Mapeamento de Estresse Hídrico:

Drones equipados com sensores térmicos e de umidade mapeiam áreas de estresse hídrico nas plantações, fornecendo informações valiosas para a gestão da irrigação.

  1. Avaliação de Fertilidade do Solo:

Drones com sensores de espectro eletromagnético coletam dados sobre a composição do solo, auxiliando na avaliação da fertilidade e na aplicação precisa de nutrientes.

  1. Aplicação de Insumos:

Drones podem aplicar precisamente produtos fitossanitários, como pesticidas e fertilizantes, reduzindo a quantidade de insumos necessários e minimizando os impactos ambientais.

  1. Monitoramento ao Longo do Tempo:

A capacidade dos drones de coletar dados de forma rápida e eficiente permite o monitoramento regular das condições das plantações, possibilitando uma análise mais precisa das tendências e mudanças ao longo do tempo.

  1. Inspeção de Áreas de Difícil Acesso:

Drones sobrevoam áreas de plantação de difícil acesso, permitindo a inspeção eficiente de regiões de difícil alcance.

  1. Tomada de Decisões Baseada em Dados:

Os dados coletados pelos drones, processados por algoritmos de aprendizado de máquina, facilitam a identificação de padrões e tendências, contribuindo para decisões informadas sobre práticas agronômicas.


O uso de drones na fitossanidade oferece uma abordagem mais eficiente, econômica e sustentável para o monitoramento e gestão de culturas, contribuindo para a otimização dos processos na agricultura.


Além disso, com os dados obtidos com a aeronave, é possível realizar um pós processamento das imagens afim de obter um mapeamento total da área com elevada precisão e com um filtro RGB que possibilita a análise de áreas afetadas por possíveis doenças, conforme os tópicos abaixo:


  1. Análise de Cores Específicas:

Filtros RGB podem destacar cores associadas a sintomas de doenças, facilitando a identificação de áreas afetadas.

  1. Diferenciação de Vegetação Saudável e Estressada:

A análise com filtros RGB diferencia vegetação saudável de áreas estressadas ou afetadas por doenças, identificando padrões de cor distintos.

  1. Mapas de Índices Vegetativos:

Além dos filtros RGB, índices vegetativos como o NDVI fornecem informações quantitativas sobre a saúde das plantas, relacionando a quantidade de luz refletida.

  1. Mapeamento de Áreas Afetadas:

Filtros RGB resultam em mapas destacando áreas específicas afetadas por doenças, pragas ou estresse, facilitando a identificação precisa de regiões que exigem atenção.

  1. Acompanhamento ao Longo do Tempo:

Processar imagens regularmente permite o acompanhamento da evolução de condições fitossanitárias, essencial para intervenções oportunas e ajuste das práticas agronômicas.


Abaixo é apresentado um breve exemplo de um mapeamento realizado em um local próximo a uma área de preservação ambiental, onde, nos pontos mais avermelhados da árvore destacada, temos uma incidência maior da cor amarela, podendo significar (à primeira vista) duas coisas:



Fonte: Drone sobrevoando - Fitossanidade Agronômica, DRONEWISE - 2023.

Fonte: Fitossanidade Agronômica, DRONEWISE - 2023.

A espécie desta árvore produz flores na coloração amarela nesta época do ano. As folhas desta árvore estão em uma tonalidade mais amarelada, podendo significar que há alguma possível patologia acometendo esta planta, visto que a imagem foi tirada no início da primavera.


É relevante ressaltar que a interpretação correta das imagens processadas requer conhecimento agronômico especializado para distinguir variações naturais de anormais nas plantas, proporcionando uma abordagem eficiente e precisa na gestão fitossanitária e contribuindo para decisões informadas na agricultura.


Na interseção entre tecnologia e agronomia, os drones emergem como aliados inestimáveis na otimização da fitossanidade. Com sua capacidade única de sobrevoar vastas extensões e coletar dados detalhados, essas aeronaves não tripuladas elevam a agricultura a novos patamares de eficiência, economia e sustentabilidade. Ao monitorar culturas, detectar pragas e mapear estresse hídrico, os drones se tornam verdadeiros guardiões da saúde das plantas. Além disso, ao processar imagens e fornecer análises avançadas, essas máquinas impulsionam a tomada de decisões baseada em dados, promovendo práticas agronômicas mais informadas. Em suma, os drones não apenas sobrevoam campos, mas transcendem expectativas, oferecendo uma revolução silenciosa e poderosa na gestão fitossanitária, moldando o futuro de uma agricultura mais inteligente e resiliente.


8 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page